EFEITO DA SUBSTITUIÇÃO DE BEBIDAS DIETÉTICAS POR ÁGUA NA PERDA E MANUTENÇÃO DO PESO

Um estudo publicado em 2018 na revista International Journal of Obesity avaliou o efeito da substituição de bebidas dietéticas por água na perda e manutenção do peso por 18 meses.

A pesquisa contou com a participação de 71 mulheres adultas com sobrepeso ou obesidade (IMC 27-40 kg/m-2; idade: 18-50 anos) que usualmente consumiam bebidas dietéticas em sua alimentação. As participantes foram distribuídas aleatoriamente em 2 grupos: 1- Grupo 1 – que substituiu as bebidas dietéticas por 250ml de água após as refeições; 2- Grupo 2 – que continuou bebendo 250 ml de bebidas dietéticas após as refeições. Ambos os grupos realizaram a ingestão de água ou refrigerante por 5 dias da semana e nos outros 2 restantes estavam livres para beber somente água. O estudo durou 18 meses, dos quais os 6 primeiros foram constituídos pela intervenção multidisciplinar comportamental de perda de peso (com dietas hipocalóricas equivalentes + atividade física). Já os 12 meses restantes visou apenas à manutenção de peso perdido. 

Os resultados apontaram que ocorreu maior perda de peso e de IMC no grupo que ingeriu água (Grupo 1) durante o acompanhamento de 12 meses. Houve também uma maior redução nos níveis de insulina em jejum, da resistência à insulina  e da glicose plasmática pós-prandial no grupo que ingeriu água (Grupo 1) somente também no período de manutenção de peso de 12 meses.

Sendo assim, esses resultados podem oferecer benefícios no metabolismo de carboidratos, incluindo melhora da resistência à insulina durante a manutenção de peso em longo prazo. Isto também pode refletir uma melhor adesão ao plano multidisciplinar de perda de peso. A combinação equivalente de energia, atividade física regular e estratégias comportamentais parecem ser essenciais para o sucesso da manutenção do peso. Os achados também podem ter implicações clínicas, indicando que beber apenas água poderia maximizar a perda de peso e mantê-lo em longo prazo.  

Vale lembrar que esse estudo foi realizado apenas com mulheres adultas obesas ou com sobrepeso, que regularmente ingeriram bebidas dietéticas. Em pessoas que habitualmente fazem o uso de bebidas açucaradas, os resultados poderão ser diferentes. Os autores também não esclareceram muito bem o motivo dos resultados contemplados. Sendo assim, mais estudos são necessários para conclusões mais assertivas.

REFERÊNCIA

Madjd A, Taylor MA, Delavari A, Malekzadeh R, Macdonald IA, Farshchi HR. Effects of replacing diet beverages with water on weight loss and weight maintenance: 18-month follow-up, randomized clinical trial. Int J Obes (Lond). 2018;42(4):835‐840.

Atenciosamente,

Tatiana Palotta Minari – CRN 50.979

*Nutricionista formada pela Universidade Federal de São Paulo/ UNIFESP.

*Doutoranda em Ciências da Saúde com ênfase em Diabetes pela FAMERP.

*Mestrado em Psicologia e Saúde com ênfase em Transtornos Alimentares pela FAMERP.

*Pós-graduação em Nutrição e Suplementação Esportiva: da Bioquímica e Fisiologia à Prática pela FAMERP.

*Atendimentos: 1- Clínica Estética e Nutrição; 2- Pelle Medical Center.

*Consultora de Controle de Qualidade e Segurança Alimentar para Restaurantes.

*Contato/ WhatsApp: (17) 981434200.

*E-mail: tatianaminari@gmail.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 3 =

WhatsApp Fale Conosco